Como controlar a contabilidade de uma empresa


Controlar o fluxo de entrada e saída de recursos financeiros de sua empresa, verificar a receita, os tributos a serem pagos, a folha de pagamento de colaboradores, elaborar notas fiscais, verificar os lucros e demais decisões e análises financeiras. Todas estas atividades são muito complexas e, caso você não domine números, cifras e relatórios, o ideal é contratar um contador.

Apesar de muitos acreditarem ser dispensável, este profissional é de grande estima e poderá ajudá-lo a controlar as finanças de seu empreendimento e, em muitos casos, elaborar estratégias para não gastar mais do que deveria.

Se você ainda está na dúvida se deve ou não contratar um contador, saiba que a medida já é adotada pela maioria dos micro e pequenos empresários. A necessidade de controlar tributos e finanças se encontra em qualquer tipo de organização, seja ela grande ou pequena. Nesse sentido, contratar um profissional de contabilidade pode suprir essa carência de forma eficaz, além de evitar prejuízos futuros.

Definida ou não a contratação dos serviços do contador, há coisas que você precisa saber antes de colocar o plano em prática. Afinal, um investimento para a empresa só é bem-sucedido caso haja total conhecimento sobre ele. Portanto, para ajudar os empreendedores em dúvida, respondemos as principais perguntas sobre a contratação de um contador.

Afinal, o que faz um contador?

A ideia básica que se deve ter deste especialista em contabilidade é que ele servirá como um auxiliar em questões financeiras que incluem fluxo de caixa e receita, impostos, investimentos e rendimentos. Ele lida com cada um destes itens das seguintes formas:

Fluxo de caixa e receita

A partir de faturas, débitos, pagamentos e notas fiscais emitidas, o profissional de contabilidade é capaz de calcular a quantidade de dinheiro que entra e sai de sua empresa. Este controle é muito importante, pois será a partir dele que você identificará quanto de recurso tem disponível para realizar outras operações e aplicar o dinheiro dentro e fora de seu empreendimento.

Impostos e carga tributária

O contador é um profissional perito em liquidação e pagamento de impostos. Entre as suas funções, está aquela de saber e conhecer todo o fisco que uma empresa deve pagar para os governos municipais, estaduais e federais. Ao contratá-lo, você pode encaminhar as atividades relacionadas à carga tributária a ele.

É interessante ressaltar que as empresas menores utilizam o profissional apenas para cuidar desse fim. Sendo, portanto, mais interessante usar o contador como consultor.

Investimentos

Em momentos nos quais houver a necessidade de fazer investimentos ou de aplicar o dinheiro em projetos para melhorar a sua empresa, o contador pode ser um bom conselheiro e traçar planos e estratégias para que você possa executar esta ação. Ele pode verificar, por exemplo, qual a melhor forma de fazer este investimentos: através de empréstimos, financiamentos, parcerias ou demais ações.

Rendimento

Conhecer o quanto a sua empresa pode lucrar e criar formas para que o rendimento seja maior também são tarefas do contador. Se você pretende verificar em que ações de sua empresa é possível aumentar a entrada de dinheiro, esta é uma boa razão para contratar o serviço deste profissional.

Como escolher o profissional ideal para minha empresa?

Primeiramente, ao recrutar um funcionário ou até ao tercerizá-lo, é imprescindível que você deixe claro o ramo da sua empresa, como ela funciona, principais problemas e pontos positivos. Explique quem será o superior dele, ou seja, a quem ele precisa prestar contas e tirar dúvidas.

Também mostre como funciona a cultura do seu negócio: como são os horários, a liberdade de cada um, o que é permitido ou não, as políticas de benefícios e os valores da empresa.

Saiba Mais: Quais os controles que uma empresa deve ter

Além disso, o empreendedor precisa estar pronto para dividir diversas informações financeiras sobre sua empresa. Dessa forma, é preciso encontrar um profissional de confiança. Para isso, verifique os trabalhos anteriores do candidato a contador e busque por referências.

Qual é o investimento médio para contratar um contador?

Se você pretende contratar um contador para atuar dentro de sua empresa, saiba que é necessário verificar os seus ganhos e se certificar se o investimento valerá a pena. Para micro e pequenas empresas, o ideal é empregar um profissional com nível técnico, cujo piso salarial se encontra em uma média de R$ 1,3 mil.

Entretanto, se você preferir contratar um contador com nível superior, que é mais indicado para organizações maiores e que apresentam um faturamento maior, o valor sobe para R$ 5mil.  O indicado é conferir esse valor no sindicato dos contabilistas de sua cidade para descobrir o salário pago em sua região.

Além disso, é importante lembrar que há ainda os encargos sociais e tributos que podem aumentar um pouco mais este valor.

E se eu quiser terceirizar os serviços de contabilidade?

A terceirização é muito indicada para a maioria das empresas. Caso não possua dinheiro suficiente para empregar um profissional dentro de sua equipe, ou não tenha tanta necessidade, é importante que possa contar com os serviços de um escritório especializado em contabilidade.

Além disso, a medida é indicada para aqueles que só pretendem contar com a ajuda de um contador para realizar as tarefas relacionadas a encargos tributários e impostos. Pois, dessa forma,  não vale a pena pagar o salário completo de um profissional para que ele faça apenas uma parte de todo o trabalho que ele poderia desempenhar.

Boas consultorias de contabilidade cobram entre R$ 1 mil a R$ 2 mil por mês para executar todo o serviço necessário.

FONTE: https://www.r7.com

Quanto custa a instalação de ar condicionado


Ar-condicionado para carros é a melhor coisa para as altas temperaturas registradas no verão, passou de luxo à necessidade. Com isso, aumentou o número de vendas dos veículos novos com o ítem instalado direto de fábrica e caiu de vez no gosto da classe média brasileira.

Mas como essa mudança de comportamento ainda é recente, é normal que alguns motoristas tenham dúvidas no momento de “ligar o ar”. Pensando nisso, montamos um especial com toda a informação que você precisa sobre ar-condicionado para carros. Dessa forma, você roda tranquilo com o seu carro fresquinho e não precisa se incomodar com $$.

Como posso instalar o ar-condicionado para carros?

Para contar com esse ítem, o motorista pode escolher dois caminhos. O primeiro é comprar um carro 0 Km já com o ar-condicionado instalado de fábrica. Dessa forma o motorista paga um pouco mais caro, mas fica tranquilo com a qualidade do serviço e sabe que não haverá problemas de espaço e compatibilidade do sistema de ar com o modelo do veículo.

Já a segunda forma é procurar o serviço de uma oficina autorizada e negociar diretamente o valor da instalação do ar-condicionado.

Saiba Mais: Valério deixou o carro numa oficina para instalar um ar-condicionado

Dessa forma, o motorista pode reduzir o valor final do serviço (principalmente quando comparado aos preços da concessionária) mas corre riscos em relação a qualidade da instalação realizada.

Mas quanto custa a instalação?

O preço do ar-condicionado para carros varia de acordo com a marca e modelo do veículo, porque não custa o mesmo ter um Gol que ter uma BMW. Por isso, para quem deseja conhecer os preços do mercado antes de decidir se irá instalar ou não o ítem, uma boa dica é consultar o site dos fabricantes e conferir qual é o preço de tabela para cada modelo.

O lado bom de consultar os preços pela internet é que o cliente já chega na concessionária conhecendo os valores e pronto para negociar com o vendedor um descontinho.

Agora para quem deseja instalar o ar-condicionado no seu seminovo ou usado, o processo é um pouco mais complicado. Por isso, aqui a dica de ouro é escolher uma oficina autorizada pela marca do veículo ou procurar um BOM mecânico, de preferência aqueles indicados por amigos (do peito e não da onça!).

Caso a instalação seja realizada em uma oficina, ela não costuma sair por menos de R$ 3.000,00 e leva no mínimo uma semana para ficar pronta. 

Vale a pena ter ar-condicionado?

Sim! Até um tempo atrás instalar um ar-condicionado para carros era sinônimo de ri-que-za e os-ten-ta-ção. Mas, os tempos mudam e hoje contar com o ar é prezar pelo conforto (ninguém aguenta as altas temperaturas) e segurança (por poder rodar com os vidros fechados) do motorista e da família.

Sobre os gastos que esse acessório pode provocar, é MITO pensar que ele leva o orçamento à ruína, isso porque o ar-condicionado aumenta o consumo de combustível entre 10% e 20%. Com isso se você gasta R$300,00 por mês no posto de gasolina, com o ar você gastará entre R$30,00 e R$60,00 a mais. Apenas!

E atenção, se você acha que para driblar o calor basta deixar a janela aberta, saiba que você pode gastar mais dessa maneira. Se o carro está em velocidade superior a 80Km/h, o ar que entra no carro afeta a aerodinâmica do veículo e ele necessita de mais potência para manter a velocidade contra a nova resistência do ar.

FONTE: https://www.r7.com

Escritório Decorado


Trabalhar com arquitetura e design de interiores não é simplesmente elaborar projetos, mas também a oportunidade de auxiliar as pessoas. Já parou para pensar como decorar um escritório de advocacia pode alavancar a carreira desse profissional?

Embora a área do direito tenha uma linha mais séria e tradicional, os advogados podem ter um escritório que transmita respeito e credibilidade. Uma boa decoração e a escolha acertada do mobiliário corporativopodem contribuir bastante para isso.

Portanto, visando colaborar na estratégia dos seus clientes para oferecer o que há de melhor em qualidade, preparamos uma lista com 6 dicas imperdíveis sobre o assunto. Acompanhe a leitura e entenda!

1. PREOCUPE-SE COM A BOA ILUMINAÇÃO

Em qualquer lugar que se preze, ao contar com iluminação bem estruturada, a tendência é que as pessoas consigam produzir melhor. Sendo assim, elabore projetos que favoreçam a concentração e o foco dos advogados, podendo até colocar lustres ou luminárias nos locais onde é preciso mexer com o computador por horas.

Investir em lâmpadas frias, como as de tonalidade branca e azul, é uma excelente escolha, principalmente se forem posicionadas nos locais onde há fluxo constante de pessoas, para analisar processos e demais rotinas inerentes à profissão. Caso tenha uma sala de espera, é possível colocar lâmpadas amareladas que remetam ao conforto.

Pensando na economia, opte sempre por lâmpadas LED, visto que são mais duráveis com relação às convencionais e, dependendo do lugar em que estejam, enaltecem pontos estratégicos do escritório. Economicamente, aproveitar-se da luz natural também é uma boa e fica até mais elegante acrescentando persianas e cortinas.

2. ELABORE UM AMBIENTE QUE DÊ PRIVACIDADE

Inúmeras vezes, os advogados precisam tratar de assuntos bem delicados, e as pessoas que os contratam querem ter a certeza de que aquele profissional é de confiança, não é verdade? Por isso, a privacidade é um elemento fundamental em qualquer escritório de advocacia.

Saiba Mais: Ideias para decorar o escritório de casa home office

A decoração deve ser pensada de maneira que a relação entre advogado e cliente possa ser o mais assertiva possível, sendo que aquela conversa determina diversas questões. Você pode estruturar divisórias que delimitem com exatidão o ambiente e confiram um desenho mais bonito ao lugar.

Em espaços onde haja um vão considerável, escolha portas de correr para dar aquela sensação de proteção e de que naquele escritório os segredos permanecem ali. Contar com uma sala que proporcione papos informais, seja entre os clientes, seja entre colegas de profissão, também vale a pena na hora de decorar o local de trabalho.

3. ESCOLHA MÓVEIS CORPORATIVOS QUE GEREM CONFIABILIDADE

Fazer o design de interiores de um escritório de advocacia é muito diferente de desenvolver projetos para decorar uma residência, por exemplo. Os móveis são fatores fundamentais que deixam o lugar mais clean e com aspecto profissional.

A sala de reuniões tem enorme relevância. Por isso, a necessidade de uma mesa bem posicionada e que confira um ambiente sério para tratar de questões jurídicas. As cores dos móveis, geralmente, são mais sóbrias, com os tons creme, marrom, cinza e preto, mas é possível mesclar cores desde que não perca a essência da atividade em si.

Fazer um estudo do layout de ambientes corporativos é de suma importância, porque proporciona segurança, bem-estar e um aproveitamento do espaço disponível. Além de pensar no estilo, proponha cadeiras que ofereçam a ergonomia necessária para que o trabalho renda mais e evite problemas de saúde.

4. PONHA ACESSÓRIOS E OBJETOS PARA DECORAR MELHOR O LUGAR

Por isso, deixe objetos que façam sentido no projeto e que respeitem o espaço das demais pessoas, visto que os escritórios podem ser individuais ou coletivos. Os livros são fundamentais também, pois dão a entender que aquele profissional tem conhecimento e compromisso em atender da melhor maneira.

5. ACOMPANHE AS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS DO NICHO CORPORATIVO

Embora a arquitetura seja pautada pela criatividade e inovação, direcionar-se pelas tendências de decoração pode ser uma boa saída ao desenvolver projetos. Os locais de trabalho que seguem uma linha de raciocínio atual atraem os clientes e dão a impressão de os profissionais terem a mente aberta para novidades.

Disponibilizar um remanejamento de peças para que o ambiente esteja mais aberto, amplo e arejado facilita a circulação das pessoas. Colocar móveis com designs diferentes e estilizados reforça também a personalidade dos advogados.

Não podemos deixar de mencionar o fator sustentabilidade, tendo em vista que a sociedade está aprendendo a cuidar do planeta. Sendo assim, invista no uso consciente da água no lavabo e da organização do local com plantas, a fim de explicitar a preocupação com o meio ambiente.

6. ENTENDA QUE MENOS É MAIS NA DECORAÇÃO DO ESCRITÓRIO

Obviamente, no momento de discutir as melhores ideias e entender o que os seus clientes da área jurídica pretendem colocar no escritório, é necessário fazer um filtro das informações e criar soluções que não sobrecarreguem o visual.

Portanto, opte por um design minimalista e que impacte os visitantes de forma positiva, fazendo com que eles se sintam bem à primeira vista. É de extremo bom gosto ter espaços bem decorados, que deixam o visual simples e direto com o propósito da atividade profissional exercida.

Em resumo, ao deparar com a proposta de como decorar um escritório de advocacia, entenda que a confiabilidade, o respeito e a segurança são as palavras-chave para desenvolver um posicionamento dos elementos de maneira correta.

FONTE: https://www.r7.com

Técnicas Tântricas

Reserve pelo menos um dia na semana para praticar a massagem tantra com seu parceiro. O horário da manhã é recomendado, após uma boa noite de sono. É preciso que o casal esteja na mesma sintonia. Inspirar e expirar juntos até estarem no mesmo nível energético.

Explore o outro


A mulher pode começar aplicando a massagem no homem. A terapeuta Roberta Jaloretto aconselha: “Toque todo o corpo dele buscando levar sensibilidade para partes que geralmente ficam esquecidas. A ideia é sensibilizar ‘o todo’ por meio de toques suaves, trabalhando a pele com toques bem relaxantes”, diz.

Não tenha pressa


A massagem tântrica não combina com pressa nem pressão. É preciso saborear a experiência, o caminho, sem focar tanto na conclusão.

Estar em posição de receber a massagem é especialmente benéfico para o homem, que aprende a controlar e prolongar o seu prazer. Ele deve ficar de meia hora até uma hora apenas curtindo os toques, sem ejacular. “É uma brincadeira que funciona como um treinamento”, ensina Gabriel Saanandra.


Deliciosos artifícios


Segundo Saanandra, você também pode utilizar as unhas, os cabelos ou um lenço de seda para fazer a massagem. “Isso faz com que a pele fique sensível e acorde – ele começa ficar arrepiado”. É recomendado utilizar texturas e brincar com as sensações de quente e frio; use a imaginação!

Toques suaves com unhas, lenços e outros

Inverta os papéis


O homem também deve massagear a mulher: são toques longos e circulares, que ligam duas partes do corpo – enquanto uma mão sobe, a outra desce: o ombro com o bumbum, os genitais com a barriga, as costas com o abdome. Existe uma grande variedade de óleos especiais para massagem. Mas, na falta de algum produto específico, você pode usar o hidratante que tiver em casa.



Respire, suspire


A respiração é parte importante durante todo o processo. A inspiração deve ser profunda e a expiração bem relaxada. “Trazer energia para dentro e relaxar na hora de soltar o ar”, ressalta Saanandra. Durante o ato, gema, suspire, não tenha vergonha de expressar as sensações boas da massagem por meio de sons.

Saiba Mais: Acesse Aqui: Confira uma massagem tântrica em casal

Olho no olho


Olhar nos olhos é uma prática básica do sexo tântrico. Judy Kuriansky, autora de “O Guia Completo do Sexo Tântrico”, recomenda olhar fixamente para a chama de uma vela por algum tempo para desenvolver a concentração necessária para intensas trocas de olhares. É recomendável praticar o exercício antes de dormir. Você também pode, ao invés de olhar, ser receptiva e receber o olhar do outro.


Crie rituais amorosos


Tomar banho juntos, vestir aquela roupa especial, escolher um perfume estimulante… Esses pequenos ritos preparam para uma troca de amor mais íntima. O ambiente deve estar totalmente limpo, com luz na medida. A roupa de cama pode ser especial para a ocasião e, para aumentar o conforto, disponha também algumas almofadas. Posicione objetos que simbolizem os quatro elementos: uma vela para o fogo, um líquido para a água, uma folha para o ar, uma flor para a terra.



Entenda a filosofia tantra


“Esse não é o sexo que as pessoas conhecem. O tantra busca ensinar e ajudar as pessoas a se excitarem com o afeto e não com o genital”, frisa Gabriel Saananda. A filosofia propõe uma maior conexão com o seu ser, expansão de consciência e percepção do corpo. “Dentro da terapia tântrica você vai aprender a lidar com suas sensações, a trazer intimidade para dentro da sua vida”.

 Ache sua turma e um terapeuta sério


Participar de workshops e vivências tântricas é uma boa pedida para os novatos no sexo tântrico. Existe uma variedade de treinamentos – em grupo, individuais, para casais, de longa ou curta duração – que variam de acordo com a filosofia de cada espaço. Como não há uma certificação e nem uma licenciatura em terapia tântrica, fique de olho na hora de escolher um profissional.

O especialista tem que ser habilitado em técnicas de massagem, com especialização em tantra, e é essencial que você se sinta confortável com ele. O toque faz parte da terapia, mas não há sexo envolvido durante as sessões.

Fonte: https://www.r7.com

Como montar uma agencia de noticias


Produzir conteúdo para um único nicho é uma estratégia inteligente. Isso permite que você ganhe destaque e se torne um verdadeiro especialista naquilo que se propõe a compartilhar.

Quando você faz o caminho inverso e não delimita um foco, pode caracterizar uma falta de experiência e por mais que os textos sejam de alta qualidade, podem não dizer absolutamente nada.

Isso sem contar que produzir conteúdo exige tempo, pesquisa, planejamento e criatividade. Muito criatividade. É por isso que um conteúdo precisa ser bem produzido e não pode não significar nada.

O grande segredo para você se tornar uma referência é fazer um portal de notícias com um nicho pelo qual você é apaixonado.

Seja profissional e diferencie-se

Não importa em qual segmento o seu portal de notícias vai se especializar, ele sempre vai encontrar alguma concorrência.

Haverá sempre outras pessoas publicando conteúdo sobre o mesmo assunto.

Não apenas em portais especializados, mas também em blogs.

O seu portal de notícias precisa se diferenciar.

O primeiro passo é ser reconhecido pela sua credibilidade.

Lembre-se de que o valor entregue aos seus leitores é a informação. E ela precisa ser relevante.

Exceto em casos de opinião ou interpretação, não existem duas informações antagônicas na mesma notícia.

É preciso, antes de tudo, que a técnica de escrita prevaleça, com objetividade, concisão e clareza em todo o conteúdo.

Isso não implica abrir mão da criatividade, da inovação e da originalidade. Sem elas, o seu conteúdo pode não ganhar tanto destaque.

As pessoas querem saber sobre as coisas, mas elas apreciam, também, a forma como essa informação é entregue.

Ter uma abordagem diferente e uma linguagem própria vão ajudar o seu portal de notícias a se diferenciar.

Tudo isso, sem abrir mão da qualidade.

As pessoas são curiosas e vão chegar até você, mas só vão voltar se encontrarem algo que valha a pena.

Crie editorias e segmente o conteúdo

Pode parecer uma recomendação redundante para quem é jornalista, mas no mundo digital ela é, talvez, mais importante.

Elabore a editoria em função do leitor e não da produção.

O site oferece recursos extraordinários, que permitem que você crie páginas e mais páginas específicas.

Pense sempre na experiência do leitor na hora de fazer essa segmentação.

Ele terá facilidade para encontrar notícias passadas? A segmentação ajuda nessa funcionalidade?

Domine o marketing digital

Seu portal de notícias é um produto digital. Produtos digitais precisam de marketing digital. Por isso sugerimos, mais acima, que você busque a parceria de uma agência digital.

Nós, da High Sales, somos especializados em marketing digital. Oferecemos alguns serviços que serão essenciais para você começar seu negócio a todo vapor.

Criação de site

Você pode encomendar a criação de um site exclusivo, por um orçamento que certamente caberá em seu bolso, ou você mesmo usar nossa plataforma exclusiva para criar o seu site, pagando, posteriormente, somente o suporte.

Cuidamos para você da hospedagem do seu site, garantindo que ele estará sempre disponível para ser acessado por seus leitores.

SEO

Esse é um serviço essencial, que otimiza seu site e os diversos conteúdos nele publicados para os serviços de busca na internet.

Saiba Mais: Notícias do mundo

É necessário que ocorra um conjunto de anúncios no Google Ads, que são pagos e, por isso, geram retorno de tráfego mais rápido, fazendo com que muito mais pessoas acessem o seu portal de notícias.

Apesar da facilidade dos anúncios pagos, o SEO é uma ferramenta que permite que o seu portal de notícias receba visitantes de maneira orgânica, que vão encontrar seus conteúdos por meio de pesquisas nos mecanismos de busca.

Para que as técnicas implementadas façam total diferença, você precisa levar em consideração quatro pontos significativos:

Grande parte dos portais criam notícias seguindo o modelo de “oportunidade”, ou seja, produzem assuntos do momento, com uma vida útil muito curta.

No começo você pode sim ter um pico inicial de tráfego muito grande em seus artigos, mas você vai perceber que esses assuntos perdem a sua relevância e envelhecem. Isso significa que você vai automaticamente perder o tráfego.

O conteúdo evergreen é um conteúdo relevante e útil, com uma vida útil muito mais prolongada. São assuntos que possuem um interesse maior por parte das pessoas e você pode atualizar com novas informações sempre que for necessário.

É claro que os conteúdos de oportunidade não devem ser publicados em seu portal, mas quando o assunto é otimização, um conteúdo evergreen vai contribuir com um fluxo orgânico e atrair novos visitantes para o seu espaço digital.

Tenha uma portal organizado

Os sites de notícias são um verdadeiro desafio de SEO por conta do seu crescimento constante e diversas publicações.

Isso significa que muitos portais de notícia acabam sujando a arquitetura base do site. Essa ação acaba prejudicando o rastreamento do seu conteúdo por parte dos robôs dos mecanismos de busca.

A organização é primordial. Se você não souber como fazer isso ou tem muitas dúvidas, não tenha medo de encontrar um profissional especializado em SEO para te ajudar nesse processo.

3. Seu layout precisa ser responsivo

As pessoas acessam a Internet pelo seu computador, tablet ou smartphone.

Os aparelhos eletrônicos não possuem um padrão de tamanho, por isso é necessário que os sites se adaptem para cada um deles.

A responsividade é a possibilidade do site oferecer as melhores experiências de navegação, independente de qual aparelho ele for aberto.

FONTE: https://www.r7.com

Qual é melhor caixa d’água de fibra ou plástico


Existem vários tipos de caixa d’água disponíveis no mercado, sendo a caixa d’água de polietileno e a de fibra de vidro as mais comuns e preferidas pelos brasileiros. Mas você sabe a diferença entre os materiais?

Neste post, vamos explicar as principais características de uma caixa d’água de polietileno e de um recipiente feito de fibra de vidro, assim você poderá escolher a opção mais adequada para as suas necessidades e para seu bolso.

Saiba Mais: Quantos dias de reserva a caixa d’água Tigre garante sem abastecimento

Caixa d’água de polietileno

O polietileno é um tipo de plástico feito com polímeros (ou seja, moléculas) à base de petróleo. Uma caixa d’água de polietileno possui alta durabilidade, com uma vida útil de cerca de 30 anos.

Graças à leveza do material, a caixa d’água ganha em flexibilidade, sendo de simples instalação e limpeza. Essa característica torna o equipamento mais fácil de ser transportado e armazenado.

Outra qualidade é a resistência a raios UV, o que diminui a incidência de luz na água e, por consequência, o desenvolvimento de algas.

Atualmente, os recipientes feitos de polietileno apresentam também proteção contra a formação de bactérias e vedação total contra insetos e impurezas, garantindo maior qualidade para a água e menos riscos para a saúde dos consumidores.

A caixa d’água de polietileno é a mais procurada pelas pessoas que não necessitam de alta capacidade de armazenamento. Os modelos dos recipientes variam entre 300 e 16 mil litros.

Caixa d’água de fibra de vidro

Ao contrário da caixa d’água de polietileno, a de fibra de vidro é ideal para quem precisa de grandes reservatórios de água, podendo alcançar uma capacidade de 25 mil litros.

Uma caixa d’água desse tipo é feita de uma mistura de resina e fibra de vidro, o que a torna mais leve e de fácil manuseio e instalação.

Um porém, no entanto, é que a fibra de vidro é mais frágil e tem baixa resistência a impactos mais fortes e perfurações. Isso torna a manutenção deste equipamento um momento mais delicado.

FONTE: https://www.r7.com

Por que é importante tratar a água

A maior parte do corpo humano é composto por água. Esse líquido é responsável por realizar diversas funções no nosso organismo, como controle da temperatura corporal, transporte de nutrientes e participação em reações químicas.

Neste post vamos esclarecer o porquê de se tomar água potável e as consequências da ingestão desse fluido contaminado. Então, continue a leitura e descubra mais sobre o assunto!

Saiba Mais: Além de sua importância para a vida no planeta, pois é um dos elementos indispensáveis

O que é água potável?

A água potável é aquela própria para consumo. Ela reúne as características necessárias para não provocar nenhum risco à saúde do consumidor.

Muitas pessoas acreditam que a água cristalina é apropriada para beber, porém a avaliação visual não confere potabilidade ao líquido. Além da ausência de cor, sabor e gosto, ela deve estar livre de qualquer forma de contaminação.

Por que só devemos ingerir água potável?

A presença de bactérias e microrganismos contaminantes pode provocar diversas doenças, por isso é fundamental consumir somente água potável.

É importante, inclusive, preparar e cozinhar alimentos com água de qualidade, para que não haja risco de contaminação na hora das refeições.

Como saber se a água está contaminada?

Alguns fatores podem indicar a contaminação da água, como:

não saber a sua procedência;

aparência suja;

presença de partículas de sujeira em suspensão;

ter coloração amarronzada, alaranjada ou amarelada;

possuir algum cheiro.

Quais são os cuidados necessários para tomar água?

Caso você não saiba a origem da água ou desconfie que ela esteja contaminada, é fundamental fazer o seu tratamento prévio.

Portanto, antes do consumo, a água deve ser filtrada e, em seguida, adiciona-se 2 gotas de solução de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada 1 litro do líquido. Misture-a e aguarde cerca de 30 minutos antes de utilizá-la.

O hipoclorito de sódio é distribuído pelo governo e também pode ser facilmente encontrado em farmácias e supermercados, sendo comercialmente conhecido como água sanitária.

Esse tipo de tratamento é recomendado para purificar as águas de cisternas, poços artesianos e poços que estejam expostos à chuva, já que podem estar contaminadas por vírus, bactérias e coliformes fecais.

Outro procedimento para tratar a água consiste em filtrá-la e ferve-la por, aproximadamente, 15 minutos. Posteriormente, o líquido deve ser agitado para evitar que o seu gosto fique desagradável.

Entretanto, mesmo que as águas sejam purificadas nas Estações de Tratamento, é necessário filtrá-las antes da sua ingestão, pois elas podem ser contaminadas nas caixas d’água ou nos canos.

O processo de filtração pode ser realizado em filtros de barros, comumente encontrados nas casas, ou em outros tipos de purificadores comercializados. É importante estar atento às orientações dadas pelo fabricante para realizar a manutenção dos equipamentos. Há ainda a opção de comprar água mineral.

Quais são as doenças relacionadas ao consumo de água contaminada?

No geral, os principais sintomas associados a essas doenças são: febre, dor abdominal, diarreia, vômito, náusea, fraqueza, calafrios, perda de apetite e de peso.

Deve-se, inclusive, evitar a automedicação e beber muito líquido de qualidade para prevenir a desidratação.

FONTE: https://www.r7.com

Qual a cortina ideal para quarto


Mas é preciso cuidado para acertar, entender e escolher o tipo ideal para seu tipo de decoração e ambiente, afinal a cortina é mais um acessório para finalizar sua decoração, portanto ela precisa conversar com todo o restante do projeto.

Medidas


Antes de qualquer escolha, meça as paredes e as janelas que serão cobertas com a cortina escolhida. Isso vai evitar peças arrastando, sobrando além do comprimento da parede ou tecidos curtos que não cubram toda a área necessária.

O ideal é multiplicar as medidas por dois e pedir a quantidade de tecido com base nessa multiplicação. Para as laterais, o ideal é deixar sobrar de cerca de 10 a 20 cm para garantir uma proteção adequada da luminosidade, ventos ou ruídos. Além disso, esteticamente, a cortina fica mais bonita de se olhar.


Função


Antes de escolher a cortina e seu modelo é preciso entender qual a funcionalidade que essa cortina terá. Após saber para que a cortina servirá, escolha o tecido e o modelo.

Para controlar a luminosidade

 Escolha tecidos mais grossos e encorpados, como linho, seda rústica, lona e etc. Nesses casos, os modelos blecaute também são ótimas opções, assim como a junção de um tecido mais leve com um forro.

Para ganhar luminosidade

 Opte por tecidos fluidos, claros e transparentes, como organdi, voal, chiffon e gaze de linho.


Ambientes


As dicas anteriores podem ser aplicadas em qualquer ambiente, mas é preciso se atentar aos detalhes de cada cômodo e das atividades que são realizadas ali para chegar na cortina ideal.

Cortinas para o quarto: Além de deixar o quarto mais aconchegante, usar cortina no cômodo onde dormimos garante a qualidade do sono. Existem várias pesquisas dizendo que dormir em um ambiente com muita luz pode interferir em processos fundamentais do nosso corpo, como o metabolismo.

Saiba Mais: Muitos de vocês pedem dicas e têm dúvidas sobre cortinas

No quarto opte também por cortinas com cores que acalmam, aposte na psicologia das cores e escolha tons que podem acalmar e te deixar mais tranquilo, o ideal são cores frias: bege, azul claro, cinza, gelo, e etc.


Cortinas para a sala

 O tom da sua cortina deve estar em concordância com seu projeto de decoração. É preciso que sua cortina converse com os objetos de decoração, com seu estilo e com os móveis que compõem o ambiente.

As cores claras são opções coringas e dificilmente você vai errar optando por esses tons, pois elas deixam o ambiente mais clean. Porém, isso não significa que essa escolha é obrigatória.

Você pode apostar em cores fortes, mas lembre-se sempre que menos é mais. Se escolher a cortina como um ponto determinante na sua decoração e colocá-la como destaque, minimize a atenção as paredes, ou seja, se for colocar a cortina em tom forte, coloque a parede em tom mais fraco. Resumindo: tenha equilíbrio.

Cortinas para cozinha

 Lembre-se que nesse cômodo são preparados alimentos, portanto o acumulo de sujeiras é mais fácil.
Opte por modelos curtos, que possam ser retirados e limpos mais facilmente.

Nesse cômodo a janela só servirá para proteger o usuário do banheiro ou controlar a luminosidade. Portanto, se a sua janela dá para a rua, para um corredor onde pessoas podem passar, opte por versões mais encorpadas.

FONTE: https://www.r7.com

Como motivar equipe de limpeza


Oferecer um atendimento de boa qualidade é o objetivo de qualquer empresa. Essa meta se torna ainda mais importante quando estamos falando de empreendimentos da área da saúde, que lida diariamente com a vida humana e qualquer erro pode ser fatal.

Contudo, a excelência só pode ser alcançada com a colaboração de funcionários bem preparados, e isso só é possível quando a organização se preocupa em motivar equipes de trabalho, o que traz benefícios internos e externos.

A partir do momento em que recebem boas condições para trabalhar, são treinados e valorizados, além de estarem profissionalmente preparados, os colaboradores também não terão impedimentos para abraçar os ideais dos seus superiores e trazer bons resultados para o faturamento da clínica ou hospital. 

Confira abaixo algumas das

Garanta condições de trabalho adequadas

Por mais boa vontade que um funcionário tenha, dificilmente ele manterá essa disposição ao longo do tempo se, quando chegar para trabalhar, não tiver um equipamento adequado para atender os seus pacientes, uma cadeira confortável para se sentar ou uma copa para realizar as suas refeições na hora do intervalo.

Por isso, a primeira medida a ser tomada para motivar a sua equipe é oferecer boas condições de trabalho.

Certifique-se de que as instalações da clínica ou hospital estão apropriadas ao tipo de serviço prestado pelos funcionários, se todos os equipamentos necessários para o trabalho deles estão disponíveis e se há um vestiário para a troca de uniforme e um refeitório. Assim, a empresa garante que os seus colaboradores estarão aptos a prestar as suas atividades sem sofrer nenhum tipo de transtorno que possa alterar o nível de produtividade.

Treine e atualize os seus funcionários

Investir no conhecimento dos colaboradores da sua clínica também é uma forma de motivá-los. Ao incentivar a capacitação da sua equipe, você está tornando-a capaz de atender ao nível de exigência da organização.

Promover cursos e treinamentos internos para aprimorar e atualizar as habilidades dos funcionários gera satisfação pessoal e também ajuda a reter talentos. Afinal, de nada adianta capacitá-los e, posteriormente, perdê-los para a concorrência.

Estabeleça metas realistas

Estabelecer metas que sejam realistas e atingíveis é fundamental para construir uma equipe motivada. Metas muito complexas correm o risco de não serem entendidas ou alcançadas.

Sendo assim, determine objetivos que estejam dentro do patamar do hospital e da capacidade dos seus funcionários. É importante esclarecê-los e fazer com que todos entendam que, ao atingi-los, serão beneficiados.

Celebre o sucesso para motivar equipes de trabalho

Não é necessário fazer grandes festas em todas as ocasiões, mas é indicado celebrar cada sucesso obtido pela sua equipe. Isso deixa o ambiente mais leve após um período de muito esforço de todos.

É possível comemorar o atingimento das metas em pequenas reuniões na própria clínica, em um jantar coletivo ou em um evento de fim de ano para relembrar os melhores momentos.

Dê feedback constante

Dar um retorno sobre o desempenho dos seus colaborares sempre é benéfico, mesmo quando negativo. Siga a política de dar um feedback para a sua equipe sobre as atividades executadas e os resultados obtidos, assim, ela saberá se está no rumo certo ou se precisa corrigir os seus erros.

O feedback deve ser dado com frequência, tanto individualmente quanto coletivamente. É importante ter cautela na hora de apontar um erro, assim, ajude o seu funcionário a enxergar em que está errando e como isso pode ser resolvido, em vez de apenas dizer que ele está errado e cobrar mudanças.

Saiba Mais: Treinamento para equipe de limpeza

Todo mundo quer ser reconhecido pelo seu trabalho e tende a se aplicar mais quando isso acontece. Portanto, ofereça benefícios especiais para a equipe em geral e também para aqueles que se destacam em suas funções. Esse reconhecimento pode ser dado na forma de um simples elogio ou por meio de presentes e promoção de cargo.

FONTE: https://www.r7.com

Decoração escritório de advocacia pequeno

Antes de mais nada, pense no que você necessita para que o negócio funcione perfeitamente.


Por mais que a ornamento seja para um sala de advocacia irrelevante, que terá cotidianamente poucas indivíduos transitando, o local por acaso similarmente acolherá clientes, colegas etc., e todos precisam se sentir confortáveis no lugar.


Comece priorizando o seu dia a dia de trabalho e o dos possíveis funcionários, constantemente mantendo o local educado aos clientes.


Recepcionista e Dependência de delonga: não necessita ser um local bastante grande, porém que conforte seus clientes. Precisa ser um local educado, uma vez que para vários pode ser a primeira impressão de você. Neste local, uma tv e revistas para distraí-los ( além de internet wi-fi) são uma ótima pedida em caso de atrasos;


Dependência de reuniões: no momento em que o sala é irrelevante, geralmente uma dependência é satisfatório. Essa dependência é fundamental para reuniões com mais de um cliente, por exemplo.


Coorte: um local que você e os funcionários possam ingerir um café ou preparar qualquer alimentação.

Cada orago pode ter necessidades diárias distintos, por isso se pergunte: o que é primordial para meu dia de trabalho? Dessa maneira você pode idear com segurança este primeiro passo.


Móveis


Os móveis são parte necessário de qualquer sala. Você vai ter necessidade de de móveis que ofereçam conforto para você e seus clientes, como ancas, poltronas e sofás, e que acomodem seus itens, como mesas, estantes, aparadores e prateleiras.


E o melhor: os móveis, é evidente, similarmente são capazes de realizar parte da ornamento de um sala de advocacia.


É bastante legal ser sui generis nesse fachada. Os móveis planejados são capazes de auxiliar você a ter um excelente utilização de lugar, especialmente em ambientes pequenos, com lugar ínfimo.


Dê atenção sui generis à sua banco de trabalho, uma vez que você passará ótima parte do tempo então. Escolha uma alimentação que de fato lhe agrade, no fachada decorativo mesmo, e uma cátedra agasalhado.


Faça um palpite de quantas prateleiras você irá ter necessidade de para guardar seus itens, como livros, que além de serem fundamentais em um sala de advocacia, acabam sendo uma parte da ornamento.

Orientação: aposte em prateleiras ou estantes distintos, desvendando nova.


Os aparadores similarmente são bastante usados, por serem interessantes e versáteis. Além disso, não se esqueça de guardar itens de arte, itens pessoais ( como porta-retratos) e mais itens decorativos, como adiado.


Um ponto fundamental que precisa ser levado em consideração na escolha dos móveis é a disposição. Agredir em peças que ajudem a preservar o local de trabalho em ordem é crucial. Além de estimular as trabalhos diárias, facilitando na momento de obter documentos, pastas ou livros, um sala providenciado passa uma imagem de honradez e firmeza para o cliente.


Cores


Como já falei antes, móveis escuros e pesados já não são mais unanimidade na ornamento de escritórios de advocacia hoje em dia.


Apesar de que você precise mudar uma percepção de sobriedade e segurança, que são asseguradas com o utilização de cores mais neutras, um toque sui generis e um pouco mais relaxado pode ser uma saída para seu sala se enfatizar dos demais.


O essencial é ter um padrão e realizar as cores dos móveis serem harmônicas com as cores das paredes, dos tapetes e dos itens. Busque por um imobilidade, buscando não montar o sala com uma atrevido de cores bastante neutras ou bastante vivas.


Um bom dessemelhança costuma ter êxito. Cores de categorias distintos são capazes de ser uma excelente escolha para aplicação de detalhes, uma vez que elas destacam a ornamento e as formas do local. Dessa forma, use as cores mais fortes e vibrantes em produtos mais baixos, como almofadas, molduras de quadros ou vasinhos.


Luminosidade e debate


Qual cliente ficaria agasalhado em um local abafado e escuro? Complicado expressar: são 2 atributos que refletem no conforto de seu cliente e similarmente no seu trabalho, também mais em um sala de advocacia irrelevante.


O projeto luminotécnico de um sala de advocacia precisa ser engenhoso e bem preconcebido. Além de que pedir um resultado educado e chique, a luminosidade precisa focalizar em garantir economia, imobilidade e utilidade, colaborando com a saúde, conforto e produtividade de todos.


Tenha em mente: a luminosidade tem influencia de modo direto nas cores que você escolheu para o seu sala. Dessa forma, é rendoso realizar um bom utilização da luz natural para sondar as sensações transmitidas pelas cores.


Além disso, a luminosidade natural produz uma percepção de conexão com o local externo, o que colabora para fazer uma percepção de bem-estar e um local de trabalho pouco estressante e, de modo consequente, mais vantajoso.


Se possível, mantenha as janelas do sala abertas para aumentar a chegada de luz e a debate. Além disso, não se esqueça de antecipar luminosidade artificial correta, usando, por exemplo, luminárias (que além de darem guarida às luzes do telhado, também auxiliam na ornamento ).


E similarmente não se esqueça de espalhar um bom ar-condicionado.

Mesmo que você tenha a escolha de utilizar as janelas abertas, o ar condicionado é necessário para o conforto de todos, especialmente em dias chuvosos ou bastante quentes.


Itens decorativos – produtos para sala de advocacia


Procure permitir alguns toques pessoais para estudar seu sala!


Diplomas, certificados e fotos mostram um pouco de seu passado para que pessoas pouco o conhece, além de possibilitarem que você crie uma reconhecimento com o cliente. Porém vá além e pense bastante bem no tipo de lajeado, no relva e na verde do local.


Alguns produtos bastante bons para julgar na ornamento de sala de advocacia irrelevante são:


Quadros decorativos


Uma escolha correto para reintegrar o sala mais educado é enganchar alguns quadros decorativos pelas paredes do sala de advocacia.


Você pode colocar alguns quadros da setor jurídica, por exemplo, para misturar com a sua atividade.


Porém não necessita se comprometer-se a isto! Quadros com tons mais quentes, especialmente no momento em que a base das paredes e da ornamento em maior parte for neutra, caem bastante bem!


Além disso, quadros abstratos ou de obras de arte similarmente são produtos para o sala de advocacia que deixam o local bastante mais belo.


Tapetes


Ao adotar um relva para estudar seu sala de advocacia, opte por aqueles que sejam fáceis de apurar – como o sisal ou tapetes sem pelos.


Tapetes bastante peludos precisam ser evitados em um sala, uma vez que dificultam a higienização e acumulam sujidade e impureza no dia a dia. Outro ponto é que são capazes de ser desagradáveis para os clientes que contem alergias, além de dificultar a mutabilidade para clientes com limitações físicas.


Vasos com ervas


As ervas trazem vida aos ambientes ( e já foi comprovado que elas trazem mais qualidade de vida para que pessoas trabalha em ambientes fechados, como os escritórios de advocacia pequenos).


Além disso, várias delas também renovam e purificam o ar do local.


Algumas dicas de ervas para o seu sala são: pau d’ água, zamioculca, nácar de pedra, jade, bromélia, babosa de pau, lírios da remanso, cactos, palma chamaedórea, palma rafis e katana de são jorge.


Livros


Já falei aqui no diário online sobre a valia da bibliografia na vida do orago. Porém além do conteúdo, os livros são capazes de ser similarmente lindos e charmosos itens decorativos.


Seus livros são capazes de ser dispostos em estantes tradicionais ou alocados em estantes feitas sob providência, sob a alimentação, por exemplo.


Pisos


Outro ponto importantíssimo para a ornamento de um sala de advocacia é o lajeado. E na momento de adotar o seu pense em 2 pontos: facilidade de higienização e plástica.


Para escritórios de advocacia pequenos, os 2 tipos de lajeado indicados são vinílico e laminado.

E vale expressar aqui que, na maioria das vezes, eles são capazes de ser aplicados sobre mais pisos – o que é excelente no caso de reformas, já que isto permissão a quebradeira e diminui os custos.


O lajeado vinílico vem sendo largamente empregado em ambientes corporativos por causa de aos 2 pontos falados: beleza e utilidade.

Saiba Mais: Veja nossas ideias de decoração e saiba como decorar a mesa de escritório e todo o ambiente


São pisos com ótima resistência ao erosão e que similarmente ajudam no clausura de ruídos no local. Há uma extensa diversidade de cores e estilos de pisos vinílicos – até mesmo alguns com estilos e materiais parecidos à madeiro e ao azulejo.


Já o lajeado laminado é uma escolha um pouco mais clássica para o sala. Como são feitos de madeiro, são bastante resistentes e elegantes, além de ajudar no conforto térmico e aquecer visualmente o local, tornando-o mais aconchegante e chique.

FONTE: https://www.r7.com