Qual a cortina ideal para quarto

6 de fevereiro de 2020 0 Por eduardo


Mas é preciso cuidado para acertar, entender e escolher o tipo ideal para seu tipo de decoração e ambiente, afinal a cortina é mais um acessório para finalizar sua decoração, portanto ela precisa conversar com todo o restante do projeto.

Medidas


Antes de qualquer escolha, meça as paredes e as janelas que serão cobertas com a cortina escolhida. Isso vai evitar peças arrastando, sobrando além do comprimento da parede ou tecidos curtos que não cubram toda a área necessária.

O ideal é multiplicar as medidas por dois e pedir a quantidade de tecido com base nessa multiplicação. Para as laterais, o ideal é deixar sobrar de cerca de 10 a 20 cm para garantir uma proteção adequada da luminosidade, ventos ou ruídos. Além disso, esteticamente, a cortina fica mais bonita de se olhar.


Função


Antes de escolher a cortina e seu modelo é preciso entender qual a funcionalidade que essa cortina terá. Após saber para que a cortina servirá, escolha o tecido e o modelo.

Para controlar a luminosidade

 Escolha tecidos mais grossos e encorpados, como linho, seda rústica, lona e etc. Nesses casos, os modelos blecaute também são ótimas opções, assim como a junção de um tecido mais leve com um forro.

Para ganhar luminosidade

 Opte por tecidos fluidos, claros e transparentes, como organdi, voal, chiffon e gaze de linho.


Ambientes


As dicas anteriores podem ser aplicadas em qualquer ambiente, mas é preciso se atentar aos detalhes de cada cômodo e das atividades que são realizadas ali para chegar na cortina ideal.

Cortinas para o quarto: Além de deixar o quarto mais aconchegante, usar cortina no cômodo onde dormimos garante a qualidade do sono. Existem várias pesquisas dizendo que dormir em um ambiente com muita luz pode interferir em processos fundamentais do nosso corpo, como o metabolismo.

Saiba Mais: Muitos de vocês pedem dicas e têm dúvidas sobre cortinas

No quarto opte também por cortinas com cores que acalmam, aposte na psicologia das cores e escolha tons que podem acalmar e te deixar mais tranquilo, o ideal são cores frias: bege, azul claro, cinza, gelo, e etc.


Cortinas para a sala

 O tom da sua cortina deve estar em concordância com seu projeto de decoração. É preciso que sua cortina converse com os objetos de decoração, com seu estilo e com os móveis que compõem o ambiente.

As cores claras são opções coringas e dificilmente você vai errar optando por esses tons, pois elas deixam o ambiente mais clean. Porém, isso não significa que essa escolha é obrigatória.

Você pode apostar em cores fortes, mas lembre-se sempre que menos é mais. Se escolher a cortina como um ponto determinante na sua decoração e colocá-la como destaque, minimize a atenção as paredes, ou seja, se for colocar a cortina em tom forte, coloque a parede em tom mais fraco. Resumindo: tenha equilíbrio.

Cortinas para cozinha

 Lembre-se que nesse cômodo são preparados alimentos, portanto o acumulo de sujeiras é mais fácil.
Opte por modelos curtos, que possam ser retirados e limpos mais facilmente.

Nesse cômodo a janela só servirá para proteger o usuário do banheiro ou controlar a luminosidade. Portanto, se a sua janela dá para a rua, para um corredor onde pessoas podem passar, opte por versões mais encorpadas.

FONTE: https://www.r7.com