Contabilidade quanto ganha

Um medidor é um profissional com meia-tinta em Ciências Contábeis e que pode realizar vários tipos de serviços, como auditorias, consultorias, controladoria, gestão para companhias, gestão pública, bem como pode praticar na especialidade de estudo ou de mestria contábil, por exemplo.


Então, o salário do medidor varia de acordo com o tipo de empresa para qual ele trabalha, bem como varia de acordo com os serviços prestados por este profissional e a região no qual ele age.


Também, para ganhar o título de Medidor é necessário que o profissional com formação em Ciências Contábeis similarmente faça o Exame de Suficiência do Sugestão Federal de Contabilidade, no qual precisa ser qualificado para conseguir o repartição no Sugestão Regional de Contabilidade do estado no qual deseja realizar seus serviços.


Então, os contadores não apresentam lajeado salarial único com utilidade em todo o país, uma vez que suas remunerações dependem especialmente da região no qual eles prestam os seus serviços, bem como o tipo de serviço que oferecem e em qual setor atuam.

De maneira maior parte, o lajeado salarial do medidor é fornecido pelos Sindicatos de cada estado, que são desenvolvidos a partir de acordos coletivos entre os profissionais da habilidade.


Você pretende saber quanto ganha um medidor no Brasil e como funcionam as médias salariais dos mais variados estados? Confira nesse texto todas as informações que possuimos para você! Veja embaixo:

Quanto ganha um medidor no Brasil?


Como mencionado antigamente, não há um lajeado salarial válido em todo o Brasil e, então, a média salarial é de acordo com cada estado. Veja embaixo alguns exemplos:


Em São Paulo (SP), por exemplo, um medidor profissional pode ter remunerações a começar por R$ 1.780, de acordo com a empresa em que ele trabalha ;


Já em Santos, no litoral do estado de São Paulo, os salários para medidor são a começar por R$ 1.528;


No Rio de Janeiro (RJ), a remuneração assente pela Princípio RJ 6.702/2014, do lajeado salarial dos contadores, é de R$ 2.432;


No estado do Sergipe, os contadores técnicos ganham salários a começar por R$ R$ 1.060, enquanto os contadores mais experientes ganham cerca de R$ 1.500;


Em Maringá, no estado do Paraná, o Associação dos Contadores separou o lajeado salarial de acordo com a ofício na empresa. Dessa forma, um Contabilista Diretor Maior parte pode passar a ter salários a começar por R$ 4.200, enquanto um Medidor Sênior possui o lajeado salarial de R$ 5.444;


No Rio Grande do Norte, o lajeado salarial dos contadores é catalogado entre os graus III e IV.

Um medidor do nível III possui remunerações a começar por R$ 1.442, enquanto um medidor de nível IV pode passar a ter a começar por R$ 3.109;


Em Brasília, um Medidor Master pode montar com o lajeado salarial de R$ 4.159, enquanto um Medidor Júnior ganha em média R$ 1.962.

Qual a média salarial de um Medidor no Brasil?


De maneira maior parte, em nosso país a média salarial de um Medidor é R$ 4.852, de acordo com verificação realizado pela Catho.


Em São Paulo ( capital ), que é a maior município do país e similarmente a que apresenta maior algarismo de companhias privadas, a média salarial do Medidor é a mais alta do Brasil, haja ideia que é de R$ 5.017.


O pesquisa da Catho similarmente releva que um Diretor Contábil pode alcançar a passar a ter mais de R$16 mil por mês, enquanto a média salarial de um Medidor Gerencial é de R$ 6.933 e do Consultor Contábil está em R$ 3.438 no país.


De forma maior parte, as melhores vagas de grandes remunerações para os Contadores estão em cargos de gerência em companhias de grande peso, como o cargo de Diretor Cobiçoso, no qual é possível ganhar mais de R$ 80 mil por mês.


Como são os salários dos vários cargos possíveis para Contadores?


De acordo com estudo publicada pela auditoria Exame, um Crítico Cobiçoso pode ter salários entre R$ 2 mil a R$ 7 mil em companhias de peso irrelevante ou médio, enquanto o mesmo pode ter remunerações que variam entre R$ 2, 5 mil até R$ 8,5 mil em companhias de grande peso.


Por sua vez, um Medidor que age como Crítico de Planejamento pode passar a ter entre R$ 2 mil até R$ 8,5 mil em companhias de peso irrelevante ou médio, enquanto os que atuam em grandes companhias do mercado são capazes de ter remuneração entre R$ 3 mil e R$ 11 mil.


O Crítico Contábil ganha de R$ 2 mil a R$ 7 mil em companhias de peso médio ou irrelevante, enquanto os mesmos ganham entre R$ 2,5 mil até R$ 10,5 mil em companhias de grande peso. A mesma média salarial vale para o Crítico Fiscal.


Já o Coordenador Contábil, bem como o Fiscal, pode ganhar de R$ 5 mil a R$ 10 mil em companhias de irrelevante ou médio peso ou salários entre R$ 7 mil e R$ 13 mil em companhias de grande peso.


O Coordenador Cobiçoso recebe hoje entre R$ 4,5 mil e R$ 9 mil em companhias de irrelevante ou médio peso, enquanto pode ganhar até R$12 mil nas companhias de peso grande.

Saiba Mais: Carreira na Contabilidade Dicas para Primeiro Emprego Exame


Um Diretor Contábil, por sua vez, pode ter remunerações entre R$ 6 mil e R$ 16 mil nas companhias de peso irrelevante ou médio, enquanto pode ter salário que varia entre R$ 2 e R$ 25 mil nas grandes corporações.


Um Controller, profissional necessário na gestão de grandes companhias, pode ter remunerações entre R$ 13 mil e R$ 35 mil.


Por fim, um Diretor Cobiçoso, que é um dos graus mais grandes da classe para Contadores, pode ganhar entre R$ 12 mil e R$ 40 mil em companhias de peso médio ou irrelevante ou salários entre R$ 22 mil e R$ 80 mil em grandes companhias do mercado nacional.


Como são os salários dos Contadores que trabalhar para órgãos públicos?


Além dos contadores que trabalham para as companhias privadas, que são a maior parte hoje no Brasil, há similarmente os Contadores concursados, que trabalham para as mais muitas companhias públicas do país e conquistam os cargos a partir de concursos públicos.


No serviço público, um Medidor similarmente pode praticar nas mais muitas utilidades, como ser um Auditor Fiscal, um Crítico do Banco Central ou Diretor Público, entre outras dezenas de capacidade. Não obstante, para algumas áreas são capazes de ser exigidos cursos e certificados além da meia-tinta em Ciências Contábeis.


A média salarial dos Contadores concursados, por sua vez, depende de cada município e do cargo exercido pelo profissional na município. Em Brunópolis, em Santa Catarina, por exemplo, é possível passar a ter R$ 3,1 mil, enquanto na município de Poços de Caldas, em Minas Gerais, é possível ganhar R$ 4,4 mil, de acordo com as informações últimos editais das respectivas cidades.


Para os Contadores que pretendem trabalhar para o governo, é primordial que fiquem atentos a boca de editais, já que todos os anos os municípios promovem concursos públicos para sintonizar mais profissionais para trabalhar na especialidade de Contabilidade.

FONTE: https://www.r7.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *