Como saber se a solda ficou boa

4 de setembro de 2019 0 Por eduardo

Quanta falta faz ter uma ferramenta disponível para realizar um serviço na momento? Uma vez que é, as máquinas de soldadura de hoje em dia mudaram muito e alguns modelos são capazes de soldar até o que você imagina ser improvável.


Antigamente essa ferramenta era uma caixa pesada, que fazia fracasso e soldava apenas um tipo de eletrodo. Nos dias de hoje as inversoras possui utilidades especiais que fizeram elas se popularizarem, em razão de são as melhores máquinas de soldagem no mercado.


Confira embaixo 9 tópicos que irão te esclarecer tudo sobre Inversora de Soldadura.


SOLDABILIDADE


O processamento de Eletrodo Calçado parece ser o mais simples e mais fácil de soldar. Isto ocorre tamanha a fama deste no Brasil. O feito é que está logrado quem acha isto, já que ele é na verdade um processamento que necessita de treino e macetes.


Então, para se soldar um bom cordão com a soldadura elétrica é necessário ter agilidade e regular bem algumas técnicas.


Os elementos que tem influencia na soldadura do Eletrodo Calçado:


Amperagem correta


Altura do argola (distância entre a ponta do eletrodo e a canhão base )
Óptica do eletrodo
Rapidez de aumento
Estamparia do tecimento no cordão

Os usuários pouco experientes com certeza possui dificuldades na momento de começar a soldadura, às vezes é complicado realizar com que ela estabilize e corra macia.
O feito é: Com uma inversora de soldadura encontra-se bastante mais fácil!

Saiba Mais: As soldas em chapas finas de aço são geralmente maiores 


SAIBA O QUE POSSUI DENTRO DA EQUIPAMENTO


Essas máquinas apenas produzem corrente alternada (AC ou CA) na saída, então apenas são capazes de ser utilizadas para soldar eletrodos ” E 6013/ OKAY 46″, o que restringe sua aplicação em áreas industriais.


Este tipo de equipamento é super simples, e nada mais é que um transformador comum ( tipo estes que possuimos em casa para pregar a geladeira 220 Cousa em uma tomada 110 Cousa ) com 2 cabos na saída preparados para soldadura.


Como não contem tecnologia qualquer, essas máquinas contem algumas limitações. Por exemplo, se a barga está fraca e a equipamento recebe pouco que os 220 Cousa teóricos, o eletrodo tende a grudar na canhão.


Outra refreamento dessas máquinas é em correlação ao uso. Frequentemente é necessário pregar essas máquinas direto no padrão de força do determinação por ela utilizar muita força. Dessa forma, penosamente residências contem cabeamento que suportem o uso desse tipo de equipamento.


Inversoras de soldadura


Este tipo de equipamento caracteriza-se por sua estrutura eletrônica, parecido à um computador.


A eletrônica desse tipo de equipamento é baseada em 4 componentes principais: Capacitor, IGBT, Diodos e o Transformador essencial. Sendo que a qualidade deles é o que vai expressar se uma equipamento vai ter maior ou menor durabilidade.


O Vária 5 fala em mais detalhes do desempenho dessas partes dentro da equipamento.


Feito é: Usando componentes de progênie duvidosa é que alguns importadores podem comunicar custos menores que mais. Então, fique ligado com as inversoras de baixíssimo esforço!


DIMENSIONAMENTO


Para dimensionar uma equipamento de soldadura nós precisamos supervisionar o conceito de Ciclo de Trabalho.
Por lei externo o ciclo de trabalho é demonstrado por nós fabricantes na expressão amperagem/ ciclo de trabalho, como por exemplo, uma equipamento de 200A@60%.

Isto significa que no momento em que ela estiver regulada para 200A, será capaz de soldar por 6 minutos, e terá impreterivelmente que relaxar por mais 4 minutos (6 + 4 = 10 minutos, é o tempo de cada ciclo ).

FONTE: https://www.r7.com