Make Up Your Styles

por Dani Zaccai

Batom Líquido Liquid Lipstick da Anastasia Beverly Hills na cor Craft

Cotidiano Maquiagem

A resenha de hoje é sobre o batom líquido Liquid Lipstick da Anastasia Beverly Hills na cor Craft. Já falamos sobre este produto, em outra cor, a Pure Hollywood, um nude amarronzado. Hoje, falaremos da cor Craft, um magenta escuro meio berry com acabamento matte.

craft-anastasia.2

A Craft é uma cor que foi lançada depois do lançamento dos primeiros da linha. Desde o lançamento desta cor eu fiquei vidrada, e sempre que via uma foto dele nos lábios de alguém ficava achando maravilhoso. Demorei, mas comprei o meu!

Enquanto o Pure Hollywood marcou muito os rachadinhos dos meus lábios, o Craft, por ser mais escuro, esconde os rachadinhos e fica lindo nos lábios.

craft-anastasia

A pigmentação de ambos é incrível e a duração também. O Craft dura mais por ser mais escuro, em média 6 horas. Fica super confortável nos lábios, e não transfere!

A marca não vende no Brasil, mas o site da Anastasia Beverly Hills entrega aí! Sai 20 dólares cada um.



Flat Tummy Tea: Funciona ou não?

Cotidiano

O Flat Tummy Tea é um chá que virou modinha aqui nos Estados Unidos, e promete basicamente desinchar e dar energia. Quando você entra no instagram da marca, fica surpresa com os resultados mostrados, e inclusive um pouco desconfiada. Pelo menos eu fiquei. Mas, estava começando uma dieta de 1200 calorias (usando o MyFitnessPal, aplicativo que mostrei no post “Aplicativos que ajudam a emagrecer”) e começando a fazer exercícios com ajuda do Sworkit. Resolvi então comprar o pack de 4 semanas do Flat Tummy Tea e incorporar na minha nova rotina.

flat-tummy-tea

Ele vem em uma nécessaire, com dois saquinhos de chá: o Activate, para ser tomado todos os dias de manhã junto com o café da manhã, que acelera o metabolismo, aumenta a energia e diminui o inchaço; e o Cleanse, para ser tomado antes de dormir (na primeira semana dia sim dia não, e nas seguintes a cada 3 dias), que limpa o organismo, estimula a digestão e reduz o inchaço. Para fazer é fácil – seguindo as instruções, coloque 1 colher de chá das folhas para cada xicara de chá e deixe o tempo de infusão (de 5 a 7 minutos para o Activate e 3 a 5 para o Cleanse).

flat-tummy-tea-fazendo

O chá tem um gostinho bom, e ajuda na digestão. O pack para 2 semanas custa U$32 e o pack para 4 semanas custa U$46 (o site da marca entrega no Brasil!). Eu tomei certinho o chá, por quatro semanas. Emagreci, pela minha dieta e meus exercícios, mas não desinchei. Não perdi barriga. Não vi diferença nenhuma nas minhas medidas – medi minha cintura e culote uma vez por semana, e nas quatro semanas não reduzi nem um centímetro. Não vou mostrar fotos de antes ou depois porque né, não mudou nada. Resumindo, cai no conto do vigário.    



Guia de Viagens: Big Island, Hawaii – Os melhores restaurantes (e Pores-do-Sol mais lindos que eu já vi)

Cotidiano

O post de hoje vai ser lindo, e gostoso! Vou mostrar os melhores restaurantes de Big Island, onde pude ver os pores-do-sol mais lindos da minha vida. Dia após dias, um mais lindo que o outro. Se me perguntassem, não saberia responder qual deles é mais lindo. Reservei com antecedência todos eles, em horários próximos ao pôr-do-sol e avisei que estávamos em lua de mel, para ver se conseguíamos mesas melhores. Na maioria, ficamos com mesas ótimas.

O primeiro restaurante que fomos na Big Island foi o Lava Lava Beach Club, que era bem perto do hotel (naquele complexo de hotéis que comentei no post sobre Onde se hospedar na Big Island). O restaurante meio bar, pé na areia, com algumas mesas e outras com sofás e mesinhas de centro, bem fofo e simpático.

lava-lava-beach-club

Lá vimos o pôr-do-sol mais colorido da vida, com um céu desenhado maravilhoso. O segundo restaurante que fomos foi o Ulu Ocean Grill + Sushi Lounge, restaurante dentro do Four Seasons. Que lugar lindo, e que comida boa!

ulu-ocean-grill

Acho que este foi o restaurante mais caro que fomos na viagem, mas vale ressaltar que ele está na lista dos 5 melhores restaurantes do Hawaii, e entre os 100 mais românticos dos Estados Unidos. O último restaurante que fomos na Big Island foi o KPC – Kamuela Provision Company, dentro do nosso hotel. Demoramos para conseguir sentar, por isso quando chegamos o pôr-do-sol já estava no meio – mesmo assim, muito lindo e nossa mesa era de frente para o mar.

kpc

Com esse post, termino minha saga de posts sobre o Hawaii. Espero que tenham gostado!



Guia de Viagens: Boston – Dia 1 (Onde ficar + Trinity Church + Public Garden + Boston Common+ Freedom Trail + Quincy Market)

Cotidiano Guia de Viagens

Hoje começa o guia de viagens de Boston! Nós fomos passar o feriado de Thanksgiving por lá, de carro. A viagem de Nova York para Boston demora em média 4 horas – pegamos um pouco de trânsito e, com as paradas, demoramos 5 horas no total.

Escolhemos o Sheraton Hotel, que é Pet Friendly (estávamos com a Moa) e estava com um preço legal, além de ter uma localização ótima!

sheraton-boston-hotel

Deixamos as coisas e fomos fazer o passeio do dia, que foi todo a pé. Nossa primeira parada foi a Trinity Church, uma das construções mais importantes dos Estados Unidos e famosa por seus belíssimos e únicos vitrais.

boston-trinity-church

Em seguida, passamos pelo Public Garden, o parque mais bonito de Boston, com um lago lindo no centro, conhecido como o Lago dos Cisnes. Claro que na primavera e no verão deve ser mais bonito, com as folhas verdes e flores. Nos fomos no final do outono, e já estava com a maioria das árvores peladas.

boston-public-garden

O Public Garden é colado no Boston Common, dividido apenas por uma rua. O Boston Common é o “Central Park de Boston”, principal parque da cidade e o parque público mais antigo dos EUA. É lá que está o Visitor Center para pegar mapas e informações sobre a Freedom Trail.

boston-common

A Freedom Trail é uma trilha que passa pelos principais pontos turísticos da cidade. No total são 16 pontos de paradas, além dos pontos alternativos. Existem aplicativos que te ajudam a seguir os pontos, ou você pode seguir a trilha pela linha de tijolos vermelhos no chão, que leva de um ponto ao outro da cidade.

boston-freedom-trail

O segundo ponto é a Massachusetts State House, é a sede do governo de MA, e a construção mais antiga no charmoso bairro de Beacon Hill. Você pode fazer um tour, para conhecer por dentro, de segunda a sexta, das 10h às 15h30.

boston-ma-state-house

A terceira parada é a Park Street Church, onde funcionou a primeira escola dominical de Boston, além de ter sido sede de protestos a favor dos direitos humanos. Alguns passos à frente está a quarta parada, o Cemitério Granary Burying Ground, onde estão enterrados os três signatários da independência americana, Samuel Adams, John Hancock e Robert Treat Paine. Não entrei no cemitério, as fotos foram tiradas da calçada.

boston-park-church-granary

O quinto ponto é a capela King’s Chapel (ô cidade pra ter igrejas e capelas!), a primeira igreja Anglicana da cidade, que conta com um cemitério em seu “quintal”, onde está enterrado o primeiro governador de Massachusetts, John Winthrop.

boston-kings-chapel

O sexto ponto é a Boston Latin School, primeira escola pública da américa, onde Benjamin Franklin, Samuel Adams e John Hancock estudaram; a antiga prefeitura (1865-1969), e a estátua de Bem Franklin.

boston-old-city-hall

O sétimo ponto é o Old Corner Book Store, estabelecimento comercial mais antigo de Boston. O prédio de 1711, é charmoso e todo em tijolos vermelhos aparentes, e era uma antiga livraria que hoje abriga uma unidade do Chipotle Mexican Grill. O oitavo ponto é o Old South Meeting House, sede de vários eventos importantes que resultaram na independência americana, sendo a mais importante a Boston Tea Party. Lá tem um pequeno museu, que conta a história da independência dos Estados Unidos, além de ter uma maquete 3D de Boston no período colonial (U$6 a entrada por pessoa).

boston-old-corner-bookstore-south-meeting-house

Andando mais um pouco, chegamos no Old State House. A casa, construída em 1713 foi palco de decisões políticas que resultaram na Revolução Americana. A declaração de Independência foi lida pela primeira vez, naquela varanda, e o local se transformou em sede estado de Massachusetts. Tem um museu lá, e a entrada custa U$10.

boston-old-state-house

O decimo ponto é o Boston Massacre Site, onde o Massacre de Boston aconteceu. O círculo construído com pedras, em frente à Old State House, foi feito em memória às cinco vítimas fatais do Massacre, resposta dos moradores em protesto à atitude de um soldado da tropa britânica que havia agredido um colono.  A confusão tomou grandes proporções, a tropa britânica se envolveu e resultou em diversos feridos e 5 civis mortos.

boston-massacre-site

O décimo primeiro ponto é o Faneiul Hall, construído em 1742 para ser um mercadão, mas que virou ponto de encontro dos envolvidos na luta pela independência dos Estados Unidos. Tanto que ficou conhecido como o “berço da liberdade”.

boston-faneiul-hall

Hoje, o Faneiul Hall ainda é palco de manifestações, mas atrás dele está o Faneiul Hall MarketPlace, um lugar incrível e delicinha de visitar. É um centro comercial onde estão 3 grandes mercados – entre eles o Quincy Market, o mais conhecido – e lojinhas em vielas entre eles. Nós voltamos a noite em outro dia para curtir esse espaço, aproveito para já colocar as fotos neste post.

boston-faneiul-hall-marketplace

O Quincy Market, prédio principal do Faneiul Hall Marketplace, é uma experiência gastronômica. Ele é como o Chelsea Market em NY, e oferece milhares de opções de comidas em toda a sua extensão. São muitas opções e vale a pena colocar na programação para chegar perto de uma refeição e comer por lá!

boston-quincy-market

O ponto seguinte não está na trilha original, mas está bem no meio dos pontos originais e vale demais a visita. O New England Holocaust Memorial foi um dos monumentos em memória às vitimas do holocausto mais marcantes que eu já fui (e olha que fui pra Polônia e visitei os campos de concentração, no Museu do Holocausto em Israel..). Por isso vou me dedicar um pouco a contar sobre este monumento aqui.

Em 1995 foram construídas 6 torres de vidro com mais de 16 metros de altura cada, uma ao lado da outra, em uma pequena praça de Boston, próxima às atrações da Freedom Trail. Era o New England Holocaust Memorial nascendo. Cada uma das torres simboliza um dos grandes campos de extermínio usados durante a segunda guerra, e nelas estão gravados números que representam os seis milhões de judeus que morreram no Holocausto. Do chão, no meio de cada uma das torres, sai um vapor que é impossível não relacionar com o gás das câmaras que mataram tantos inocentes. Pelo caminho, um pouco da história, além de frases de sobreviventes e a mensagem que é preciso lembrar do que aconteceu, para que nada semelhante se repita.

boston-new-egland-holocaust-memorial

De volta à Freedom Trail, seu décimo segundo ponto é a Paul Revere House, uma casa em madeira pintada em tons de cinza escuro, e um dos mais antigos prédios no centro da cidade, que pertenceu a Paul Revere, mensageiro que levava e trazia notícias referente às batalhas da Revolução Americana.

boston-paul-revere-house

A décima terceira parada é a Old North Church, a igreja mais antiga de Boston em funcionamento e templo religioso durante a Revolução Americana. A torre alta da North Church tinha uma lanterna que alertava os colonos sobre a chegada das tropas britânicas.

boston-old-north-church

O décimo quarto ponto é outro cemitério, o Copp’s Hill Burying Ground, o segundo maior cemitério do período colonial, onde Robert Newman, responsável pelas lanternas que direcionaram o mensageiro Paul Revere para avisar Samuel Adams e John Hancock sobre o mandato de prisão deles pelas tropas britânicas, está enterrado. Essa foi nossa última parada da Freedom Trail – ela ainda tinha mais três pontos depois da ponte, mas ficamos com preguiça de ir até lá. Nosso último ponto foi a casa mais fina de Boston, que não está na trilha original da Freedom Trail.

boston-coops-narrowest

O passeio todo durou em média 4 horas – fizemos tudo a pé. Depois dessa andança toda, voltamos para o hotel e capotamos cedo, para aproveitar o dia seguinte!



Dica de loja em NY: NBC Store

Cotidiano

Para quem não sabe, a NBC é uma emissora de televisão americana, responsável por diversas series famosas, como Friends, The Voice, Law&Order, Law&Order SVU, Saturday Night Live, Chicago Fire, House, Chuck (amo!), 30Rock, Parenthood, entre outros; além de desenhos como Smurfs e os famosos Minions! E a emissora tem uma loja localizada no Rockfeller Center.

nbc-store

A loja oferece diversos produtos dos serieados mais famosos, como vocês podem ver nas fotos abaixo. Achei que faltou um pouco de produtos de outras series – não sei se estava desfalcada quando fui! Amo Friends, e queria levar quase todas as t-shirts (U$30), e uma caneca (U$20) – mas achei os preços absuuuurdos.

nbc-produtos

Eu amo o símbolo deles, uma mistura de arco íris com meio limão.. sei lá! Rs! A almofada é fofa demais, mas…. cara também! Pra quem é viciada em series – principalmente as que vocês viram acima – vale muito a visita para pirarem nas coisas!

A emissora oferece também um tour que te leva dentro de alguns dos estúdios mais famosos da NBC! Está fechado para renovação, a reabertura está programada para o final de setembro! Fiquei super a fim de fazer o passeio e pretendo ir em breve – assim que reabrir. Você compra o ingresso pelo site e custa U$24 por adulto.

Endereço: 30 Rockfeller Plaza.

Como Chegar: De metro, pelas linhas B, D, F e M (estação Rockfeller Center), N, R e Q (estação 49St) ou E e M (estação 5av-53St). De ônibus, pelas linhas M1, M2, M3, M4 e M50.



Hand Sanitizing Spray Pens – Álcool Gel Spray em formato de caneta!

Cotidiano

Todo mundo sabe hoje em dia quanto é importante ter um álcool gel consigo, não é mesmo? E as marcas já lançaram diversos tipos e formatos, sempre tentando se diferenciar. E numa das minhas idas às farmácias americanas, encontrei um formato pra lá de interessante: álcool gel spray em formato de caneta.

cvs-hand-satitizing-spray
Esse modelo é da CVS, uma farmácia daqui. Elas sao vendidas separadamente ou em um pack com 3, e eu achei mega prático. Primeiro, porque quase não ocupa lugar na bolsa, cabe em qualquer cantinho! Segundo porque é em spray e você consegue rapidamente aplicar na mão.

cvs-hand-satitizing-spray2
A formula ainda tem vitamina E e aloe vera, ajudando na hidratação e não deixando o produto ressecar as mãos. Super dica para quem vem aos Estados Unidos! Eu comprei e já coloquei um em cada bolsa, porque sou assim com álcool gel. O pack com 3 custa U$5,49.



Pandora e Disney Spring Collection 2015

Cotidiano

A Pandora não pára de surpreender: a marca acabou de lançar uma nova coleção da Disney, agora com as princesas e mais alguns personagens, além dos ratinhos mais famosos do mundo. Eu já mostrei a primeira coleção da Disney para Pandora de Outubro do ano passado. E agora mostro para vocês a Spring Collection – coleção de primavera – que chega às lojas em Março.

Mickey e Minnie ganharam mais diversos charms, danglles, clips, spaces, e até anéis.

pandora-disney-spring-mickey-minie

Os muranos da coleção foram baseados nas cores principais de cada uma das personagens. De todas as princesas, Cinderella foi a que ganhou mais modelos.

pandora-disney-spring-cinderella

São 7, enquanto as outras princesas (Branca de Neve, Bella e Ariel) possuem 4 modelos cada.

pandora-disney-spring-princess

Como Frozen é a febre atual, a história ganhou 9 modelos lindos!

pandora-disney-spring-frozen-2

Tinkerbell ganhou dois modelos, enquanto o ursinho Pooh e o Eeyore, da Turma do Pooh, ganharam um charm cada – os mais fofos!!!

pandora-disney-spring-tinkerbell-pooh

Eu achei os vestidos das princesas meio bregas e sem graça, mas tem MUITO charm que eu compraria, como vocês podem ver nos coraçõeszinhos do lado de diversos modelos. Mas os que eu quero com certeza são: o coração Let it Go, e um dos dois da Turma do Pooh (dúvida cruel!).

E vocês, quais gostaram mais?



Esmalte da Semana: Inglot Nail Enamel 973

Cotidiano

Durante minha visita ao Aventura Mall em Miami, entrei na loja da Inglot (Você conhece a Inglot?) e comprei um esmalte para levar para casa. Minha escolha foi a cor número 973, um marrom taupe bem bonito, com acabamento glossy. Esse é um dos meus tons favoritos de esmalte, acho que fica chique, e combina com tudo.

Inglot_973

A marca promete “durabilidade, brilho intenso, e secagem de média a rápida”. Ele é cremoso, desliza super bem nas unhas, sem manchar e seca rápido. A fórmula não contém tolueno, formaldeído, dibutilftalato ou cânfora.

inglot-973

Apesar de amar as maquiagens que tenho da Inglot, o esmalte me decepcionou demais. Em dois dias, quase todas as unhas estavam descascadas nas pontas, e 4 dias depois tive que tirar, de tão horrível que estava. E olha que o esmalte não é barato, custa U$11.

PS- Reparem nas minhas unhas, elas começaram  a crescer! Depois que usar mais algumas vezes esta nova base, eu conto pra vocês qual é, e faço resenha completa. 🙂



Coleção Valentine’s 2015 da Pandora

Cotidiano

O Valentine’s Day, espécie de Dia dos Namorados aqui dos Estados Unidos, está chegando. Muitas marcas começaram a lançar produtos comemorativos, inclusive a Pandora, marca que amo de paixão e sempre que vejo novidades divido com vocês. Vamos conhecer a coleção de Valentine’s Day 2015?

A coleção conta com duas pulseiras, sendo uma delas aquela de prata com fecho de coração, e um brinco.

pandora-valentines-pulseiras-brinco

O “love” é meio que a assinatura da coleção, e está presente na pulseira (foto acima), colar e anel (abaixo) e no charm. Ele é o único colar da coleção, que conta com mais 4 anéis.

pandora-valentines-aneis-colar

São 12 charms: em ouro amarelo, cravejadinhos, com detalhes vermelhos, pendurados, de murano.. para todos os gostos!

pandora-valentines-charms

Além da coleção de Valentine’s, a Pandora mantém diversos itens com corações que podem ser dados de presente também:

pandora-heart

Gostaram da coleção?



Página 1 de 26123451020